Arquivo para Meditação

Macktub! (27)

Posted in Essa é boa, Macktub!, Pense nisso with tags , , on agosto 7, 2010 by pattindica

ZuzazOOm

Anúncios

Macktub! (26)

Posted in Macktub!, Pense nisso with tags , , , , on julho 29, 2010 by pattindica

Macktub! (25)

Posted in bemZen, Budismo, Essa é boa, Macktub! with tags , , on julho 12, 2010 by pattindica

O que é Kriya Yoga e seus inúmeros benefícios :)

Posted in bemZen, Ciência, Eu quero isso, Meditação, Pense nisso, Yoga with tags , , , on junho 9, 2010 by pattindica

Kriya Yoga é um método simples, psicofisiológico, pelo qual o sangue humano se descarboniza e volta a oxigenar-se. Os átomos deste extra-oxigênio transmutam-se em corrente vital para rejuvenescer o cérebro e os centros da espinha. Sustando a acumulação de sangue venoso, o iogue pode diminuir ou evitar a degeneração dos tecidos. O iogue adiantado transmuta suas células em energia. Elias, Jesus, Kabir e outros profetas foram, no passado, mestres no uso de Kriya ou de uma técnica similar, pela qual eles materializavam ou desmaterializavam seus corpos à vontade.

Kriya é uma ciência antiqüíssima. Láhiri Mahásaya recebeu-a de seu grande guru, Bábají, que redescobriu e purificou esta técnica depois da Idade Média, época em que esteve perdida. Bábají batizou-a de novo, simplesmente, de Kriya Yoga.

Kriya Yoga é um instrumento que pode acelerar a evolução humana – explica Sri Yuktéswar a seus estudantes. – Os antigos iogues descobriram que o segredo da consciência cósmica se liga intimamente ao domínio da respiração. Esta é a contribuição sem par, e imortal, da índia, ao tesouro de conhecimento do mundo. A força vital, que comumente se emprega para manter a pulsação cardíaca, deve tornar-se livre para atividades superiores por meio de um método que acalme e deteriore as demandas incessantes da respiração.

O Kriya Yogi dirige mentalmente sua energia vital para cima e para baixo, a fim de fazê-la girar em torno dos seis centros espinhais (plexos medular, cervical, dorsal, lombar, sacro e coccígeo), correspondentes aos doze signos astrais do Zodíaco, o Homem Cósmico simbólico. Meio minuto de revolução da energia ao redor do sensitivo cordão da espinha, efetua progressos sutis na evolução do homem; esse meio minuto de Kriya equivale a um ano de desenvolvimento comum.

Kriya Yoga nada tem de comum com exercícios respiratórios anti-científicos ensinados por certos fanáticos extraviados. Tentativas de reter a respiração nos pulmões, até o exagero, são artificiais e decididamente desagradáveis, A prática de Kriya, ao contrário, é acompanhada, desde o início, por sentimentos de paz e sensações suavizantes, de efeito regenerador na espinha.

Esta antiga técnica iogue converte a respiração em substância mental. O adiantamento espiritual permite ao devoto conhecer a respiração como um conceito, um ato da mente: ela é, pois, uma respiração de sonho.

Com alimentação apropriada, luz solar e pensamento harmoniosos, homens que se deixam guiar apenas pela Natureza e seu divino plano, alcançarão a experiência de Deus em um milhão de anos. Necessitam-se doze anos de vida normal saudável para que se efetue o mais leve refinamento na estrutura do cérebro; um milhão de anos solares são precisos até purificar o alojamento cerebral o suficiente para que manifeste a consciência cósmica. Um Kriya Yogi, entretanto, pelo exercício desta ciência espiritual, livra-se da necessidade de um longo período de cuidadosa observância das leis naturais.

Kriya Yoga é o verdadeiro “rito do fogo”, muitas vezes enaltecido no Gíta. O iogue arroja seus anseios humanos numa fogueira monoteísta consagrada ao Deus incomparável. Nesta autêntica cerimônia do fogo, todos os desejos passados e presentes são o combustível consumido pelo amor divino. A Flama Última recebe em holocausto a derradeira loucura humana e o homem se vê livre de escórias. Seus ossos metafóricos despojados de toda carne sensual, seu esqueleto cármico branqueado pelos sóis anti-sépticos da sabedoria, sem ofensas ao homem e ao Criador, ele se encontra – finalmente – limpo

viaqui: http://www.yogananda.com.br/
Paramahansa Yogananda
Autobiografia de Um Iogue, capítulo 26

Mensagem do Guru:

“Não quero dar qualquer outra prova da verdade que não esteja apoiada na experiência pessoal. Quanto mais alguém a pratica [a técnica de Kriya Yoga] com paciência e regularidade, tanto mais sente, intensa e demoradamente, que está fixo na Bem-aventurança ou Deus.

Meditação intensa para equilibrar os Chakras :)

Posted in emailRepassando, Essa é boa, Meditação, Pense nisso with tags , , , on junho 2, 2010 by pattindica

é preciso usar fones de ouvido para que os sons ajam corretamente com as imagens (?!!); recomendação do tal “Brain editor”

Eu fiz e gostei 🙂

O Jardim da especulação Cósmica :)

Posted in Essa é boa, Eu quero isso, Natureza, Vídeos with tags , , , , on abril 16, 2010 by pattindica

aberto ao público apenas um dia por ano, o Jardim da Especulação Cósmica toma a ciência e a matemática como sua inspiração. Simplesmente, não existe outro jardim assim em todo o mundo.

O jardim foi criado por Charles Jencks, juntamente com sua esposa Maggie Keswick e está localizado na Portrack perto de Dumfries House, Escócia em 1989. Charles Jencks se destacou com paisagista na Inglaterra. Seu trabalho como paisagista é inspirado por fractais, genética, teoria do caos, ondas e sólitons.

Charles estudou literatura na Harvard University, futuramente conseguindo um mestrado em arquitetura pela Harvard Graduate School of Design em 1965. É doutor em História da arquitetura pelo University College em Londres.

Esse jardim além da evidente beleza foi criado com a intenção de dar a qualquer ser humano um ar pensativo, como se fosse algo que abrisse a  mente e que nesse momento a pessoa ao apreciar de modo automático  começaria a imaginar sobre a natureza das coisas, o quanto ela é importante para a vida.

“S i l ê n c i o”

Posted in emailRepassando, Essa é boa, Pense nisso with tags , , on janeiro 16, 2010 by pattindica

*SILÊNCIO*
Pense em alguém que seja poderoso… 
Essa pessoa briga e grita como uma galinha, ou olha e silencia, como um 
lobo? 
Lobos não gritam. 
Eles têm a aura de força e poder. 
Observam em silêncio. 
Somente os poderosos, sejam lobos, homens ou mulheres, respondem a um ataque 
verbal com o silêncio.

Além disso, quem evita dizer tudo o que tem vontade, raramente se arrepende 
por magoar alguém com palavras ásperas e impensadas. 
Exatamente por isso, o primeiro e mais óbvio sinal de poder sobre si mesmo é 
o silêncio em momentos críticos.
Se você está em silêncio, olhando para o problema, mostra que está pensando, 
sem tempo para debates fúteis. 
Se for uma discussão que já deixou o terreno da razão, quem silencia mostra 
que já venceu, mesmo quando o outro lado insiste em gritar a sua derrota.

Olhe. 
Sorria. 
Silencie. 
Vá em frente.
Lembre-se que há momentos de falar e há momentos de silenciar. 
Escolha qual desses momentos é o correto, mesmo que tenha que se esforçar 
para isso.
Por alguma razão, provavelmente cultural, somos treinados para a (falsa) 
idéia de que somos obrigados a responder a todas as perguntas e reagir a 
todos os ataques. 
Não é verdade! 
Você responde somente ao que quer responder e reage somente ao que quer 
reagir. 
Você nem mesmo é obrigado a atender seu telefone pessoal.

Falar é uma escolha, não uma exigência, por mais que assim o pareça. 
Você pode escolher o silêncio. 
Além disso, você não terá que se arrepender por coisas ditas em momentos 
impensados, como defendeu Xenocrates, mais de trezentos anos antes de 
Cristo, ao afirmar: 
“Me arrependo de coisas que disse mas jamais do meu silêncio”.

Responda com o silêncio, quando for necessário. 
Use sorrisos, não sorrisos sarcásticos, mas reais. 
Use o olhar, use um abraço ou use outra coisa para não responder em alguns 
momentos. 
Você verá que o silêncio pode ser a mais poderosa das respostas. 
E, no momento certo, a mais compreensiva e real delas.
(aldo Novak)

Recebi por email.