Koogle é o Google dos judeus ultraortodoxos

Judeus ultraortodoxos, que sofrem com restrições para acessar a internet, agora podem dar um “Koogle” para buscar informações. O mecanismo de busca “kosher” filtra o conteúdo dos resultados, retirando referências a conteúdos que não estejam de acordo com a religião.

Segundo Yossi Altman, criador do site, o portal atende os critérios dos rabinos ultraortodoxos. O nome Koogle é uma brincadeira com a culinária kosher–que segue as leis alimentares do judaísmo– e o Google.

Folha Online - Informática - "Google kosher" filtra conteúdo proibido por judeus ultraortodoxos - 15:06:2009_1245543949598

O site omite conteúdo religiosamente questionável, como algumas fotografias de mulheres.

A ferramenta de busca disponibiliza links para sites de notícias israelenses e de compras, mas filtra itens que a maior parte dos israelenses ultraortodoxos são proibidos de ter em casa, como aparelhos de televisão.

“Essa é uma alternativa adequada para que judeus ultraortodoxos possam navegar na Internet”, disse. O site foi desenvolvido com apoio de rabinos.

via: FolhaOnline

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: